Caracterização Institucional

Joaquim Alberto Chissano

14 Setembro, 2016

Nascido em 1939 em Malehice, Gaza, Joaquim Chissano foi o primeiro estudante negro a matricular-se, em 1951, no Liceu Salazar, em Lourenço Marques, onde concluiu os seus estudos secundários. Em 1960 matriculou-se na Faculdade de Medicina de Lisboa, mas a sua actividade política e os seus ideais independentistas depressa chamaram a atenção da polícia política portuguesa (PIDE) o que o levou a abandonar o país em 1961. Dois anos depois juntou-se à FRELIMO, tendo participado na formação de guerrilheiros na Tanzânia e desempenhado o cargo de Chefe do Departamento de Segurança.

Em 1974, com apenas 35 anos, Joaquim Chissano foi nomeado primeiro-ministro do Governo de transição de Moçambique e após a proclamação da independência do país, foi nomeado Ministro dos Negócios Estrangeiros. Após a morte de Samora Machel, em 1986, Joaquim Chissano foi nomeado Presidente da República. Em 1994 concorreu às primeiras eleições presidenciais democráticas, após o fim da guerra civil, tendo ganho. Tornou a reeleger-se em 1999, sendo Presidente da República de Moçambique até 2005.