Guiné-Bissau

Respeito pelos direitos humanos regrediu na Guiné-Bissau

A promoção e defesa dos direitos humanos regrediu acentuadamente entre 2013 e 2015 na Guiné-Bissau, com o Estado no centro das violações, anunciou hoje uma organização do país.

CPLP apela a mais diálogo na Guiné-Bissau

Nos próximos dias espera encontrar-se com outros responsáveis, nomeadamente, com o Presidente José Mário Vaz. Numa primeira apreciação da crise política, Maria do Carmo Silveira, convidou os guineenses a dialogarem mais e de forma franca para tirar o país do impasse.